PUC-Rio

Voltar

Nova Consulta

Jornal/Revista: O Globo
Data de Publicação: 28/11/2004
Autor/Repórter: Simone Mousse

O PASSADO E O PRESENTE

Tudo bem que o Leôncio de Rubens de Falco é um personagem que já faz parte do imaginário popular, assim como a Isaura de Lucélia Santos. Mas lá se vão quase 30 anos desde que a primeira versão de “Escrava Isaura” foi ao ar, na Rede Globo. Para quem se lembra bem, Bianca Rinaldi, da produção que a Rede Record exibe diariamente às 19h, está a cara da primeira protagonista com aqueles olhos e cabelos pretos. Outros personagens nem tanto. Olhem para as fotos acima e vejam: o semblante da Rosa vivida por Patrícia França é menos sofrido do que a que foi interpretada por Léa Garcia. E as duas atrizes são bem diferentes.

— A nossa Rosa é morena; nem branca, nem negra — diz o autor, Tiago Santiago. — A personagem foi especialmente escrita para Patrícia. Nesta versão, a personagem ganha um aspecto original, que não existia no livro nem na primeira versão, já que a apresentamos como filha do coronel Sebastião (Paulo Figueiredo) . Mas o caráter é o mesmo.

A estampa de Malvina não mudou tanto; a atual, vivida pela atriz Maria Ribeiro, tem muito a ver com a anterior, criada por Norma Blum. Mas o destino das duas é completamente diferente. Aliás, o autor faz questão de dizer que uma adaptação não tem nada a ver com a outra:

— Não estou plagiando Gilberto Braga. Vi alguns capítulos da primeira versão há quase 30 anos e nem lembrava. A Malvina dele morria no capítulo 30; na minha novela ela não morre. O comendador (Rubens de Falco) não morria na dele e ainda se casava de novo. Na minha versão ele morre. Mais da metade das personagens desta nova versão é criação minha.

O escravo André (Déo Garcez), eternamente apaixonado por Isaura, foi interpretado em 1976 com muita competência por Haroldo de Oliveira. Até que eles são bem parecidos! Mas o personagem reescrito por Tiago Santiago é mais doce do que o primeiro.

— Ele ganhou um caráter melhor e um perfil de líder do quilombo — diz o autor.

Voltar

Fonte: Banco de Dados TV-Pesquisa - Documento número: 104528