PUC-Rio

Voltar

Nova Consulta

Jornal/Revista: Folha de S. Paulo
Data de Publicação: 22/05/2005
Autor/Repórter: Daniel Castro

RECORD PRODUZIRÁ SAGA DE 'SELF-MADE MAN'

A novela que Lauro César Muniz, ex-autor da Globo, escreverá para a Record inaugurar sua faixa das 21h contará a saga de um "self-made man" (empreendedor) em quatro fases, durante 50 anos (de 1955 aos dias atuais). O protagonista deverá ser vivido por pelo menos dois atores.

A trama será também uma fusão de quatro trabalhos de Muniz: as novelas "40 Anos Depois" (Record, produzida em 1971), "Escalada" (Globo, 1975) e "O Casarão" (Globo, 1976) e a peça teatral "Luar em Preto-e-Branco" (1992).

Duas fases da vida do protagonista, a ascensão e o sucesso/poder, vêm das estruturas de "40 Anos Depois" e "Escalada". As outras duas, queda e volta às origens, saíram de "O Casarão" e "Luar em Preto-e-Branco".

A Folha teve acesso à pré-sinopse da história, ainda sem título definido. O protagonista é um empresário do agronegócio que saiu do nada e construiu um império, começando pelo algodão, passando pela cana e soja e terminando com experimentos com borracha.

Antônio Maciel (nome provisório do herói) atinge o auge entre 1950 e 1980. "Agindo como visionário, um quixote brasileiro, investe tudo em um projeto fantástico. Conta com as benesses de influentes políticos, mas acaba traído e roubado por esses senhores. Numa situação difícil, na velhice, retorna à terra natal, revê sua vida e vislumbra uma volta ao poder", escreveu Muniz na sinopse.

Voltar

Fonte: Banco de Dados TV-Pesquisa - Documento número: 109689