PUC-Rio

Voltar

Nova Consulta

Jornal/Revista: Folha de S. Paulo
Data de Publicação: 19/06/1990
Autor/Repórter:

GLOBO VAI DISCUTIR A MATERNIDADE ÀS 18H

A próxima novela das 18h da Rede Globo deve ser "Barriga de Aluguel", de Glória Perez, autora do roteiro da minissérie "Desejo". Ela entregou os primeiros capítulos para a Globo na última sexta-feira. A emissora convidou Wolf Maia para dirigir "Barriga de Aluguel".

Wolf Maia não sabe se vai realizar o trabalho porque ainda está editando "Desejo" - ele é o diretor da minissérie sobre Anna de Assis e Euclides da Cunha. A Globo pretende estrear a novela substituta de "Gente Fina" já no próximo mês.

Pressa e indefinição são duas palavras que rondam o projeto. A Rede Globo havia convidado o diretor Walter Avancini para realizar a próxima novela das 18h, que tem o papel estratégico de alavancar a audiência do horário nobre da emissora.

Uma semana antes de Avancini anunciar sua transferência para o SBT, a Globo já tinha desistido do projeto. Segundo Avancini, a emissora teria apenas adiado a estréia de "Rosa, Se For Menina" porque era um projeto diferente, que precisaria de mais tempo para ser produzido.

Mais uma vez, a Globo desengaveta "Barriga de Aluguel". A história, que gira em torno de uma mulher contratada por um casal para gerar um filho, existe há seis anos. Primeiro, iria ao ar, às 20h, na época em que a Globo exibiu o remaker de "Selva de Pedra". Depois, foi substituída por "Tieta".

Dessa vez, "Barriga de Aluguel" estava há duas semanas em fase de pré-produção. O estilo folhetinesco da novela foi o motivo alegado pelo vice-presidente de operações da emissora, José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, para a suspensão da produção.

Além de questionar a quem pertence a maternidade, se é de quem gera ou de quem cria a criança, a novela mostra aspectos da engenharia genética. Cautelosa, Glória Perez informou que a Globo ainda não realizou nenhuma reunião de produção pata definir a realização da novela.

Para o diretor Wolf Maia, o projeto é "muito interessante". "Eles (os diretores da Globo), têm pressa. Se der tempo, devo fazer porque a história me interessa".

Voltar

Fonte: Banco de Dados TV-Pesquisa - Documento número: 12577