PUC-Rio

Voltar

Nova Consulta

Jornal/Revista: Folha de S. Paulo
Data de Publicação: 06/07/1990
Autor/Repórter:

FAUSTO SILVA ESPERA OFERTA DA GLOBO ANTES DE DECIDIR IDA PARA A MANCHETE

O apresentador Fausto Silva vai esperar a volta do vice-presidente executivo da Globo, Roberto Irineu Marinho, para negociar a renovação do seu contrato. Marinho está na Itália e deve voltar na próxima segunda. Esta semana, Fausto Silva esteve próximo de um acordo com a Manchete.

Para ficar com o apresentador, a Manchete ofereceu uma espécie de sociedade a Fausto. Ele teria participação no faturamento da emissora, no período de duração dos dois programas que se espera que Fausto apresente. Na Globo, ele tem participação apenas nas promoções e merchandisings realizados no programa. Isso lhe rende Cr$ 2,5 milhões, por mês.

Na última terça, Fausto Silva reuniu-se com o vice-presidente de operações da Rede Globo, José Bonifácio, de Oliveira Sobrinho. ''Tenho uma proposta muito boa e acho que vou para lá'', disse Fausto a Boni. ''Dá para esperar um mês? Acho que vou poder te oferecer coisa melhor', propôs Boni.

''Não tenho pressa de sair. Se eu aceitar com a Manchete só começo lá em janeiro de 91. Sendo assim, como recusar o pedido de Boni? A Globo chegou à conclusão que não quer que eu saia'', disse Fausto Silva. Ele contou que a única coisa já acertada com a Globo é que só fará dois programas. A emissora contava com ele para um terceiro.

A Manchete está tentando contratar Carlos Manga para dirigir os programas do apresentador. A emissora ficou de apresentar para Fausto a perspectiva de faturamento dos seus programas. Isso varia dependendo dos horários em que forem exibidos e do poder da Manchete conseguir aumentar os seus preços (um anúncio de 30 segundos no intervalo de ''Pantanal'' custa Cr$ 805 mil; no ''Domingão do Faustão'', Cr$ 1,08 milhão).

Voltar

Fonte: Banco de Dados TV-Pesquisa - Documento número: 12731