PUC-Rio

Voltar

Nova Consulta

Jornal/Revista: O Globo
Data de Publicação: 29/04/1993
Autor/Repórter: Sônia Apolinário

OM VAI MUDAR DE NOME E INVESTIR NA DRAMATURGIA

A partir do dia 24 de maio, uma nova Rede OM entra no ar. A emissora vai sofrer uma reformulação na programação e seu próprio nome será mudado. Um dos destaques desta nova fase será o programa que Clodovil vai apresentar de segunda a sexta-feira, das 21h às 22h. Também está nos planos da OM a criação de um núcleo de dramaturgia.

O diretor-geral da OM Rio, Jairo Cajal, informou que a TV Gazeta de São Paulo será afiliada da rede. Antes, a OM apenas locava o horário das 18h à Oh para a emissora. A OM tem 38 afiliadas e cobre 53% do território brasileiro. Segundo Cajal, a mudança do nome da rede é uma idéia antiga:

- Nenhuma rede de televisão tem o nome do dono. OM significa Oscar Martinez, nome do comprador da TV Paraná. Nós adaptamos para Organizações Martinez, mas é um nome fraco.

Na nova programação, das 6h às 14h estarão no ar produções locais de cada afiliada. Das 14h às 17h, será mantido o "Mulheres", feito pela TV Gazeta. Depois, vai entrar um programa voltado para o público infanto-juvenil que ainda está sendo elaborado. O horário do "Jornal da OM" vai mudar. Ele será antecedido por um jornal esportivo de 15 minutos de duração e um jornal local também de 15 minutos. Uma novela importada será exibida antes e depois do telejornal. Segundo Cajal, "num futuro breve" a OM produzirá suas novelas.

As 21h, começa o programa de Clodovil que deve ser exibido ao vivo de segunda a quarta-feira e gravado quinta e sexta-feira. Em seguida, filmes serão alternados com programas musicais (em fase de criação). Segue com o "Jornal da OM - 2ª edição". A OM ainda procura um programa para o horário da 0h30m.

Voltar

Fonte: Banco de Dados TV-Pesquisa - Documento número: 21448