PUC-Rio

Voltar

Nova Consulta

Jornal/Revista: Meio & Mensagem
Data de Publicação: 21/06/1993
Autor/Repórter: Nara Damante

SBT TESTA NOVO SISTEMA DE AFERIAÇÃO EM AGOSTO

Investimento de US$ 6 milhões para implantação em 10 Capitais

O SBT irá testar a partir do final de agosto o seu sistema de aferição de audiência Alfonsímetro em 20 domicílios da Grande São Paulo. Nesta fase inicial, estão sendo destinados US$ 150 mil para medir a eficiência do aparelho, mas o SBT está disposto a investir US$ 6 milhões para a implantação do aparelho em 10 capitais. Os colaboradores irão sintonizar determinados canais para avaliar se as transmissões estão corretas, permitindo alguns ajustes até que ele passe a operar definitivamente.

Guilherme Stoliar, vice-presidente de operações do SBT, afirma que a intenção da emissora não é de montar um instituto, mas fazer uma doação da tecnologia para que alguma empresa possa administrá-lo. Ele espera que, nesse período de tempo, algum instituto se prontifique a abalizar o sistema. O Alfonsímetro é um instrumento desenvolvido e patenteado pelo SBT, que mede a audiência em real time por radiofreqüência.

"O Ibope não merece credibilidade e estamos dispostos a investir num novo sistema, mesmo que sem o apoio financeiro do mercado, para que um novo instituto venha a apurar as audiências", diz Stoliar. Ele explica que as demais emissoras são contra o monopólio do Ibope, mas não têm fôlego financeiro para custear um novo sistema de medição de audiência.

O SBT acatou o pedido dos representantes da Associação Brasileira de Anunciantes (ABA), da Associação Brasileira das Agências de Propaganda (Abap) e da Comissão Abap/Redes e retirou do ar a campanha "Caça ao Aparelho de TV", que buscava revelar os domicílios que colaboram com o Ibope na aferição de audiência pela instituição de prêmios.

O teaser foi veiculado pela primeira vez na última semana de abril e volta ao ar sempre que o SBT levanta dúvidas sobre questões técnicas e de amostragem do Ibope. No dia 4 de junho, a briga entre o SBT e o Ibope atingiu seu grau máximo, quando o instituto interrompeu o fornecimento aos clientes das medições de audiência da Grande São Paulo durante três dias, para avaliar possíveis influências da campanha do veículo nos domicílios pesquisados por meio do People Meter. Não foi constatada nenhuma alteração nos hábitos de audiência.

Na opinião de Stoliar, existe espaço para mais um instituto no mercado brasileiro, a exemplo do que acontece na Argentina, onde o Ibope é um dos órgãos que aferem as audiências das TVs locais. Embora o SBT tenha recuado em sua estratégia de tentar destruir a estrutura montada pelo Ibope, Stoliar não confirma nem desmente a possibilidade de novas campanhas serem detonadas contra o Ibope.

Voltar

Fonte: Banco de Dados TV-Pesquisa - Documento número: 22039